You are currently viewing Isso não é produtividade!

Isso não é produtividade!

Com a correria do dia-a-dia, alguns indivíduos sentem que não tem tempo suficiente e, consequentemente, dificuldade de realizar algumas tarefas no dia a dia. Uma solução para esse problema é conseguir aplicar a produtividade na prática.

Mas, o que é produtividade?

Bom, antes de explicar o conceito, vamos descartar alguns mitos populares que os permeiam.

Mitos sobre a produtividade:

1º “Ser multitarefas é ser produtivo”

Sim, o humano consegue realizar duas ou mais atividades ao mesmo tempo, porém se concentrar em ambas, simultaneamente, é impossível. Para adquirir certo nível de concentração em determinada tarefa, é necessário tempo. Portanto, ao alternar o foco entre uma ação e outra o indivíduo pode perder até 40% da sua produtividade segundo estudos.

Ou seja:

  • Ao ser multitarefas, as chances de cometer erros aumentam devido à dispersão, principalmente, se a tarefa for complexa.
  • O tempo para a conclusão de tarefas que são desempenhadas de forma alternada também aumenta, pois sempre que o indivíduo retorna a determinada atividade é preciso, novamente, se concentrar.

2º “Dia produtivo é dia sem tempo para pausas”

Engana-se quem acredita que a quantidade é o único medidor da produtividade. Ao contrário do que pensam, quando uma pessoa lota a agenda diária com tarefas e não separa um espaço de tempo para descansar, a qualidade do trabalho é afetada e, por consequência, a produtividade também. Isso ocorre porque o nosso cérebro não consegue se manter 100% focado por um longo período de tempo, mais especificamente, após 90 minutos. Portanto, é recomendado que de 90 a 90 minutos, façamos pequenas pausas para descarregar o cérebro e, posteriormente, poder voltar à atividade com mais concentração.

Logo, é preciso ter um equilíbrio entre quantidade e qualidade para ter um dia produtivo.

3º “Uma pessoa produtiva não perde tempo com lazer e descanso”

Durante a época dos processos seletivos para o ingresso em faculdades públicas, é muito comum nos depararmos com notícias como: “Após estudar 15 horas por dia, jovem passa em medicina”. Esse tipo de relato ao ser disseminado nas mídias reforça a ideia de que o sucesso só pode ser conquistado caso o indivíduo se esforce, incansavelmente, para alcançá-lo.

Outra frase muito comum que encontramos, principalmente, em páginas de redes sociais voltadas para a motivação e que transmite a mesma ideia do relato noticiado é “Trabalhe enquanto eles dormem, estude enquanto eles se divertem, persista enquanto eles descansam, e então, viva o que eles sonham”.

Tanto a frase motivacional quanto a notícia são consideradas por muitos um exemplo de produtividade e fórmula para o sucesso, porém não é bem assim…

A exaustão em níveis extremos desenvolvida por essa falsa produtividade, pode causar diversos problemas na saúde física, mental e emocional dos indivíduos e em casos mais graves evoluir para a Síndrome de Burnout, conhecida também como a Síndrome do Esgotamento Profissional.

Uma vez que a prática dessas ideias que valorizam o trabalho duro e desconsideram o lazer e o descanso como elementos essenciais para chegar a um objetivo de forma saudável é capaz de causar o efeito reverso e como resultado o sujeito pode vir a desenvolver ansiedade, estresse, dificuldade de concentração e bloqueio criativo.

Por fim, cabe ressaltar que o ócio é sim muito relevante para a prática da produtividade, principalmente, por servir como uma “válvula de escape” que tem o poder de minimizar toda a pressão adquirida durante a realização de trabalhos.

Mas afinal, o que é produtividade?

A produtividade não ultrapassa limites, muito pelo contrário, tem como objetivo otimizar as tarefas diárias para que a nossa vida profissional, acadêmica e pessoal se equilibrem, as metas sejam alcançadas e os momentos de lazer e descanso sejam mantidos, respeitando a nossa individualidade e adequando-se a nossa realidade.

Em outras palavras, produtividade é a capacidade de produzir o máximo possível com o mínimo de tempo necessário utilizando os recursos disponíveis.

Espero que tenha gostado do conteúdo! Veja outros aqui!

Não deixe de se inscrever no meu canal do Youtube, toda semana tem vídeo novo, e de me seguir no Instagram, onde também posto muitos conteúdos interessantes e consigo ter um contato mais próximo com você!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.