Os dois últimos sintomas da Desculpite Aguda!

Im-Sorry

A Desculpite aguda pode apresentar vários sintomas, ou apenas um ou outro.

Já falamos da Desculpite do Tempo e da Saúde.

Chegou a vez de falarmos de outras duas formas – a Desculpite da Inteligência e a da Idade.

– Desculpite da Inteligência-

Esse sintoma não é muito divulgado. Normalmente, a pessoa que sofre dele, sofre em silêncio. Ela não quer expor para outras pessoas que ela duvida da própria inteligência.

Normalmente, quem sofre deste tipo de Desculpite, menospreza a própria inteligência e superestima a inteligência dos outros.

Por conta disso, passa a não ver as possibilidades de ação, já que acredita que não é capaz de criar soluções e ter ações criativas.

Pessoas que sofrem Desculpite da Inteligência ficam inertes, não agem por não se sentirem inteligentes o bastante.

Mal sabem que para se ter sucesso em qualquer carreira, não precisa ter o maior QI, mas sim ter ação! Atitude!

Pense comigo, quantas pessoas que você acha que são inteligentes e não sabem alguma coisa que você sabe?! Rs…

Se você se identificou com esta desculpite, procure pensar nas suas conquistas e nas forças que você usou para conseguir superar os desafios.

A cura:

  1. Nunca subestime sua própria inteligência – Se você sente que precisa melhorar em certos pontos, estude! Busque alternativas, mas não se apoie neste fato.
  2. Nunca superestime a inteligência dos outros – A grama do vizinho não é mais verde. Ele também tem seus desafios e pontos fracos.
  3. Concentre em suas forças – O que te faz ser diferente? O que você faz bem?
  4. Descubra como usar suas qualidades – Utilize suas potencialidades!

Lembre-se sempre, atitudes contam mais que notas altas. Como exemplo, Steve Jobs, que largou a faculdade e abriu uma das empresas mais icônicas que existe no mundo!

Foque sempre nas razões pelas quais você consegue conquistar algo, e não o contrário.

A habilidade de pensar é mais importante do que a habilidade de decorar fatos. Trabalhe sua mente para encontrar soluções e fique cada vez mais longe desta desculpite.

– Desculpite da Idade – 

Quem nunca ouviu: Eu sou velho demais para isso, ou, eu sou muito novo e as pessoas não me veem como referência.

Cedo demais, tarde demais…

Idade não é uma barreira!

Só se torna tarde demais, se sua mente está focada na negatividade e ela te fala que está tarde demais.

Existem vários empreendedores que podemos citar que poderiam ter se apoiado nesta desculpite, mas provaram por A + B, que idade não quer dizer nada!

  • Henry Ford, fundador da montadora de carros que leva seu sobrenome, apresentou ao mundo seu sucesso, o Ford Model T, em 1908, quando já tinha 45 anos.
  • Coronel Sanders, fundou a rede de fast food Kentucky Fried Chicken, a KFC, em 1952, já com 62 anos.
  • Stan Lee, deu vida a sua primeira história em quadrinhos, do grupo “O Quarteto Fantástico”, com 39 anos. Após a popularidade do grupo, ele criou outros diversos super-heróis famosos, como o Homem-Aranha e o Homem de Ferro.

E outros que são exemplo por terem começado muito novos!

  • Flávio Augusto – Aos 19 anos, um pouco antes de começar a faculdade e querendo dinheiro para sair com a namorada, conseguiu seu primeiro trabalho para a equipe de vendas de uma pequena escola de inglês. Seu desempenho no trabalho foi tão bom, que ele decidiu focar 100% na sua carreira e aos 23 anos, com R$ 20 mil como capital inicial, Flávio iniciou seu primeiro negócio, a escola de inglês WiseUp.
  • Mikaila Ulmer – Aos quatros anos, Mikaila Ulmer inventou um suco a partir da receita de sua avó. O produto é vendido numa grande rede de supermercados nos EUA e parte da renda é investida na preservação de abelhas, hoje ela tem 11 anos e é milionária.
  • Davi Braga – O alagoano de 13 anos, dono da startup, a List-It é também um investidor-anjo. Para ele, empreender é uma brincadeira.

A Cura:

Simplesmente, comece agora! Este é o momento certo!

E então? Preparado para superar todos os sintomas da Desculpite Aguda?

Depende apenas de você!

*Esta série da Desculpite Aguda foi baseada no livro: A mágica de pensar grande de David J. Schwartz Ph.D.

 

Autor: Nat Gaia

Ariana, mãe do Monet um Schnauzer que adora comer caderno, fascinada por organização, principalmente do tempo - porque assim consegue colocar muita coisa em ação - e planejadora de vidas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.