É possível aprender com nossos fracassos?

dog fail.gif

Certa vez, uma garota formada em Turismo resolveu largar sua carreira, pegar o dinheiro da poupança e trabalhar por 3 meses nos EUA, em uma grande empresa – Walt Disney World Company. Ela sabia que era um curto período e que quando voltasse ao Brasil, teria de seguir em frente. Bom, ao voltar, ela se deu conta que:

  • Se formou em um curso que não fazia sentido para ela desde o 4º período (só não mudou de curso porque tinha medo do que iriam dizer).
  • O que o pai dela tinha dito era verdade: Ela voltou sem nada (já que tinha limpado toda a poupança para viajar).
  • Estava mais perdida que tudo.
  • Não se identificava mais com a própria realidade.
  • E o mundo parecia ter dado as costas para ela, porque nada mais parecia dar certo.

E o que essa garota fez com o que ela se deu conta?

Inicialmente, deu uma leve surtada, aquele choque com a realidade. Mas depois com a ajuda de uma psicóloga, começou a colocar ordem em seus pensamentos.

Tanta coisa mudou desde setembro de 2011 – E o que eu aprendi com isso? Sim, eu sou essa garota.

Aprendi que:

  1. Minha falta de clareza pode custar minha felicidade. Passei então a buscar coisas que faziam sentido para mim, tanto no trabalho, quanto na vida;
  2. Se minha vida pessoal está uma zona, eu não conseguirei tomar as melhores decisões para minha carreira;
  3. A mudança começa SEMPRE de dentro para fora;
  4. Depende EXCLUSIVAMENTE de mim, buscar as respostas para meus questionamentos;
  5. Todas as respostas já estão dentro de mim, eu só precisava encontra-las com as perguntas certas.
  6. É preciso ter apoio das pessoas que amamos sim! Essa é a beleza da vida, temos com quem contar;
  7. Aprendi que me cobrava demais, e isso só me fazia mal;
  8. Que não saber o que queria da vida aos 25 anos era mais comum do que eu imaginava.
  9. Era importante estar em movimento;
  10. E apesar de qualquer coisa, estava tudo bem…
  11. Meu estado de fracasso era só um momento de aprendizado, e que eu podia ser muito mais, poderia sempre ir além.

Hoje, 7 anos depois, fiz outra graduação, fiz N cursos do meu interesse, descobri mundos novos, conheci meu marido, fiz duas formações de coaching, e vou fazer a próxima em breve. E o mais importante, permito-me reinventar todos os dias, com a coragem de saber que nem sempre as coisas sairão como eu desejava, mas qual é a pior coisa que pode acontecer?

“Eu não falhei. Apenas descobri 10 mil maneiras que não funcionam.”                                      Thomas Edison. Quando finalmente conseguiu dar à vida à lâmpada                                      elétrica.

Agradeço sempre por cada desafio, porque só assim consigo me superar.

E o que você aprende com os seus fracassos?

 

Autor: Nat Gaia

Ariana, mãe do Monet um Schnauzer que adora comer caderno, fascinada por organização, principalmente do tempo - porque assim consegue colocar muita coisa em ação - e planejadora de vidas.

3 pensamentos

  1. O que o pai dela tinha dito era verdade: Ela voltou sem nada (já que tinha limpado toda a poupança para viajar).
    Voltar sem dinheiro e emprego sim, verdade; mas nada supera o experimento, o conhecer, o agir e se superar. Tudo isso só aconteceu porque você voltou “vazia” e pode se preencher com o que de melhor encontrou depois!
    Muito orgulhoso de seus resultados!
    Te amo,
    Seu Pai

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s